sábado, 23 de março de 2013

Itália #6

Hoje era O DIA!

O DIA de finalmente visitar ... VENEZIA di VENETTO!

Ok, ok, eu admito. Olhando em retrospectiva, gostei bastante deste dia!

Mas visto que o próprio dia teve coisas como...
...atravessar 558.025 pontes de carrinho de bebé em punho.
...trocar fraldas ao dito bebé, dentro do seu carrinho, num beco escuro.
...pagar 15€ por dois cafés e uma cola.
...enganarmo-nos 20658 vezes no caminho.
...perdermo-nos outras 658974 vezes por becos e ruelas.
...chegar à praça de  São Marcos, olhando para o mapa e perguntando-nos "Onde é a Praça de São Marcos afinal?!"
...entretanto atravessar mais 897.255 pontes de carrinho de bebé, com o bebé lá dentro.
...chegarmos, finalmente, ao sítio mais encantador de Veneza e ficarmos barricados lá dentro, sem luz, com um grande temporal (que pensámos que iria encharcar o beco todo!).
...ouvirmos todo o dia "want a bag? want a watch? want an umbrella?"
...estarmos cheeeiiiiooooosss de fome e andarmos às voltas durante horas até encontrarmos um sítio menos cheio!

O R. chegou ao fim do dia e resumiu-o com esta bela conclusão: "Se eu fosse um homem bomba, dividia-me ao meio e enviava metade para Paris e metade para Veneza!!!" :)

Pronto, eu não compartilho da mesma sede de vingança do homem (que é muito mais dado à Natureza e pouco a ver "edifícios velhos e estátuas de homens nus") mas compreendo que foi MUITO cansativo. Veneza, de novo, só a dois!!!

De resto, e sinceramente, aodrei a cidade. A magia que paira no ar, o sentimento de estar a pisar as mesmas pedras da calçada que foram pisadas há tantos e tantos anos atrás, por tantas pessoas, com tantas histórias diferentes, em vidas diferentes... Os edfícios pitorescos, velhos, com gárgulas enferrujadas, de outros tempos. Os cantos e becos onde tantas histórias de amor e terror se terão passado. As máscaras a espreitar em cada esquina (já vos disse que fiquei VICIADA em máscaras!?! Devo ter umas 800.000 fotos de todas as máscaras por onde passámos. Fora as 430 que comprei)!
Quase que se consegue sentir a presença de pessoas de outros séculos, de outras eras, a caminhas ali entre nós, atarefados no seu dia-a-dia, tão diferente do nosso!
É realmente, uma cidade que nos catapulta para outra vida, outra existência!

Aqui está alguma dessa magia...

First impressions

À chuva

De barco, à chuva em Veneza.

Recantos

Ruas e ruelas

Umas das 558.025 pontes!

Máscaras!!!

Perdidos algures!

A chegar à praça de S. Marcos, sem ainda saber onde estávamos.

Praça de S. Marcos
Praça de S. Marcos

Praça de S. Marcos e as pombas!
A M. esteve lá!!!

Gândolas, de Veneza, não da Vila Morena!...

Uma das pontes que atravessámos, no mínimo, 8 vezes!!!
Ponte dos Suspiros
Opa, e eu queria ummmmm!!! Não me deixaram. Humpf!

De barco
De barco, um Museu (será o de Ciências Naturais?)

Olhá ponte! Abaixa a cabeça para não ficares presa! :)
O mercado!

ah, o Sol!
Hm, pois, mais máscaras! Mas são lindas, não são? Não são?

Não são? Não são???
Quem diria! Mais uma ponte!!!

Com Sol, tudo é mais bonito... :)
Hm, pois. Coisas que tal e momentos deprimentes.

O *nosso* cantinho sem luz...
E para que precisas de luz quando tens Spritz e comidinha boa?

Didn't miss it!
O chamado "lusco fusco" em Veneza!

Opaaaaa... Que lindoooo!
Feliz. Verdadeira e completamente cansada. E feliz.
The last ride
Ah, recordar fez-me ter saudades de dias assim. :)
O pior? É que ainda é Março! As férias estão longe, longe...! 

1 comentário:

Jovem Atrapalhada disse...

Quem me dera perder.me por Veneza! <3