quarta-feira, 15 de maio de 2013

Menina M., a Rufia

Disseram-me na creche que a M. bate e empurra os outros meninos, quando acha que estão a entrar no seu espaço...
Além do mais, quando a põem no canto (onde basicamente a espera uma cadeira igual às outras, de onde ela se pode escapulir com uma perna atrás das costas, de pé coxinho e a saltar à corda) óbvio que ela não fica lá mais de ... 1segundo. É o tempo de se levantar.

Hmm, ok... E agora? O que é que eu faço?

Ralho e digo-lhe para não bater? Check.
Ralho e digo-lhe para não empurrar? Check.
Ponho-a de castigo na cama (de onde não tem hipótese de sair)? Check.
Tudo isto quando ela tem estes comportamentos, em casa, claro está...

E mais? O que é que se faz a uma mini Rufia/Pugilista, de 80cm e 10,5kg, que acha que é a Boss da Máfia, quando na verdade é a mais nova e pequenina de todos na sala?

Senta-se e espera-se com muito fervor que tal criança não cresca e venha a ser a chefe da verdadeira Máfia? Se bem que isso até traria algumas vantagens... Hm...

1 comentário:

Jovem Atrapalhada disse...

Lool OMG as coisas que te lembras de escrever! =P