quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Back to life!

Ufa, aleluia, pray the Lord!!!

Desde que voltei de férias, aqui o amigo Blogger achou que eu o tinha desprezado demais e decidiu punir-me por barrar a criação de novas mensagens!

But I'm back!

E já sentia falta disto. De escrever, de desabafar, pour my heart out... Ainda que sejam (e de facto, são) os desabafos mais estapafúrdicos da zona.

A verdade é que sinto falta daquela amiga. Sinto falta de muita coisa ultimamente. E estar a 2.000km do país que me viu nascer nunca foi tão difícil.

Penso muito em voltar, gostava de ter essa opção "na mesa", mas não posso. Não podemos. Ainda não...

E ainda que o meu consciente saiba que aqui e agora, é onde devo e estou a viver a minha vida, o meu subconsciente não se cala e não pára de me atirar estes sentimentos duplos. De melancolia, de saudade... Uma saudade tão grande que só nós, portugueses, conseguimos sentir. Pelo país, pelo Sol, pela praia, pelo mar (ai o mar...), pela gastronomia tão rica!, pelas gentes...

Foi desde sempre um sonho meu, viver fora de Portugal. Num país culturalmente mais rico, mais cheio de vida, com mais confusão, mais a oferecer. E para que? Se durante os últimos anos da minha vida, vivi nesse sonho sem o saber?

Suponho que haja dias assim, mais cheios de melancolia. Os meus só se têm arrastado durante mais horas, talvez.

Na verdade não posso, não devo queixar-me. Tenho tudo o que sempre quis. E aquilo que nem sabia que desejava também! Porque é que sempre "Estou além", tão bem definida na letra do Variações...?

Que seca, being Mi...